ELEIÇÕES DIMINUEM 14 DIAS DO HORÁRIO DE VERÃO

Adiamento facilitará a contagem dos votos da eleição 2018


O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu adiar o horário de verão deste ano. A justificativa é a dificuldade da contagem de votos, uma vez que a diferença de horários no Brasil varia muito entre as regiões.

Nos anos anteriores, o horário de verão entrava em vigor no terceiro domingo de outubro. Em 2018, porém, terá início só depois do segundo turno das eleições, em 28 de outubro e terminará no terceiro domingo 16 de fevereiro de 2019.

O Brasil tem quatro fusos horários, de Fernando de Noronha (ilha do nordeste no litoral de Pernambuco), de Brasília, da Amazônia e do Acre. O horário de verão, no entanto, só funciona em três regiões do país - Centro-Oeste, Sudeste e Sul.

À pedido do TSE, o presidente Temer alterou o texto do decreto que decide o funcionamento desse horário especial. “Fica instituída a hora de verão a partir de zero hora do primeiro domingo do mês de novembro de cada ano, até zero hora do terceiro domingo do mês de fevereiro do ano subsequente, em parte do território nacional adiantada em sessenta minutos em relação a hora legal”, diz o texto alterado.

Em 2014, por exemplo, por causa da diferença de horários do país, a Justiça Eleitoral precisou atrasar a divulgação do resultado para esperar o fim da votação no Acre. Com a nova decisão, em anos eleitorais o horário de verão começará apenas após o segundo turno, no primeiro domingo de novembro. Fonte: Folha Vitória

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

PREFEITA MARGARETH SOARES ANUNCIA SEGUNDA METADE DO 13º E ABONO DE FIM DE ANO

IFF ABRE VAGAS PARA PROFESSOR SUBSTITUTO

ESTADO DO RIO ANTECIPA O PAGAMENTO DO 13º SALÁRIO DO FUNCIONALISMO PARA SEXTA-FEIRA